segunda-feira, 13 de abril de 2009

No more Ian; No more Ian; No more Ian; No more Ian; No more Ian;
No more Ian; No more Ian; No more Ian; No more Ian; No more Ian;
No more Ian; No more Ian; No more Ian; No more Ian; No more Ian;
No more Ian; No more Ian; No more Ian; No more Ian; No more Ian;
No more Ian; No more Ian; No more Ian; No more Ian; No more Ian;
No more Ian; No more Ian; No more Ian; No more Ian; No more Ian;
No more Ian; No more Ian; No more Ian; No more Ian; No more Ian;
No more Ian; No more Ian; No more Ian; No more Ian; No more Ian;
No more Ian; No more Ian; No more Ian; No more Ian; No more Ian;
No more Ian; No more Ian; No more Ian; No more Ian; No more Ian;
No more Ian; No more Ian; No more Ian; No more Ian; No more Ian;
No more Ian; No more Ian; No more Ian; No more Ian; No more Ian;
No more Ian; No more Ian; No more Ian; No more Ian; No more Ian;
No more Ian; No more Ian; No more Ian; No more Ian; No more Ian;

Oh Paa, acabei o meu livrinho ;_;
Apesar de tudo, adoro o livro. Não é por ser da Stephenie Meyer ou "porque agora virou moda todos lerem" nem nada do género.
A Ana Teresa que o testemunhe. Somos capazes de termos sido uma das primeiras pessoas a ler o livro em Portugal e Açores. Com muito orgulho.


Muita gente anda a comparar o fenómeno Stephenie Meyer com os Tokio Hotel (iew) e eu digo "Só porque existe para ai uma cambada de miúdas histéricas a gritar coisas do tipo O EMMETTXI FALOU! ?" poupem-me.... quem não lê, não sabe... e, pra dizer a verdade, devia de estar calado.

Anyways... ainda quero saber porque e que este livro deixa-me sempre a pensar... principalmente sobre a mortalidade.

Acho que deviam de ler... deixado pro lado esta conversa toda de "Stephenie Meyer é Gay" e coisas do género...

6 comentários:

Betsie Zombie (Vanessa) disse...

é a tal cena: quando algo "arrebenta", torna-se famoso do dia para a noite, vai ser sem duvida, amado e odiado por muitos. é sempre aos extremos

Carla Reis disse...

ha alguns dias atras estive para comprar um livro dela, mas depois mudei de ideias.. de qualquer forma ainda vou a tempo :p

D. Resende disse...

Desejo que no final metas "Não é Diogo? ;D"


Somos capazes de termos sido uma das primeiras pessoas a ler o livro em Portugal e Açores. Com muito orgulho. -> Guess who cares? *facepalm*

Catarina disse...

ham, aparentemente tu, para te dares ao trabalho de mencionares.

D. Resende disse...

Essa desculpa é tão usada e nem faz muito sentido.

Catarina disse...

és tão chatinho quando queres...