domingo, 14 de junho de 2009

Por vezes, a falta de dialogo entre as pessoas é, simplesmente incrível!

Como já disse à Ana Teresa, eu devo ser uma Santa pois tenho uma paciência incrível...
Eu aturo montes de coisas e calo-me. Não argumento mas fico a roer-me por dentro.

Quando pensamos que conhecemos alguém, desiludem-nos sempre com conversas mansas ou desmarcações ou whatever... e eu, limito-me a dizer Ok...

Acho que, estou finalmente a chegar ao limite... há certas coisas que eu não tenho de aturar...
Foi como aquela conversa do: não tenho de ir ao alive só pra fazer companhia...

Faço demasiado pelos outros sem os outros fazerem algo por mim... E agora, desculpem a expressão, mas porra, qual é o problema de, uma vez na vida, retribuírem?

Já vou sozinha ao Super Bock Super Rock porque as pessoas simplesmente cortam-se... e depois, como querem que acredite nelas?

Todos me convidam para isto, aquilo e o outro porque sabem que vou, independentemente de tudo. Mas eu, já tenho dificuldade a convidar pessoas porque, não podem por isto, aquilo ou o outro... já ouvi demasiadas desculpas...

Só a Marta é que me acompanha em tudo... Ofereci-me para ir com ela a Londres ver um concerto. Acabei de me lembrar que ela vai ao SBSR e, vou perguntar se posso ir com ela... Ela foi a única pessoa a dizer: "queres que vá contigo aos Green Day?" enquanto os outros se limitavam a fazer planos e não sei que a adiar e adiar e adiar... o resultado deles? ficaram sem bilhetes.

E depois, quando a Catarina diz que, vai esgotar e não sei que, todos dizem que eu tou louca e não sei quê e, eu calo-me...

Mas agora, acabou. Chega... vou começar a ter mais amor-próprio e começar a dizer não às pessoas como elas me dizem a mim.

Acabo sempre mal nas coisas todas e agora falo mesmo a sério.

Sei que é ridículo estar com esta conversa toda por causa de bens materiais (bilhetes) e não sei quê mas, não é essa a questão. A questão é que ninguém está disposto a fazer um sacrifício por alguém que está sempre a fazer sacrifícios por eles.

8 comentários:

D. Resende disse...

Qualquer dia faço um sacrifício a ti.







Aceitas ovelhas?

Ana Teresa disse...

nós vamos as duas aos Muse e vai ser tão fixe :D

ruiva disse...

Quantas vezes é que eu tenho que dizer que vou contigo ao Super Bock?

O meu único problema era o dinheiro. Era porque como já vou trabalhar já posso comprar...
Eu só não comprei o dos Green Day por causa dos meus pais.. Nem imaginas as vezes que eu pedi.

Eu tbm já desisti do Alive porque todos disseram que sim mas depois não se viu nada...

Silvana disse...

oh catarina, não te irrites.
muitas das vezes nem é o pilin, nem nada, é mais onde ficar, e o poder ir...e a companhia.
eu tmb já decidi que não vou é a nenhum, e mesmo assim talvez vá é aos green day.
toda a gente diz que sim, "fantástico" e depois é que se apercebem do resto, então tá bem.
quem me dera ir ao alive, ir ao super bock, ir ao paredes de coura...bláblá, mas ninguem quer ir...então olha, azar. --'

(levo um peluche fofinho ou um boneco insuflável e vou com ele, ao menos vou com alguem)

ruiva disse...

ah e... amanha já tenho o meu bilhete para os green day

Sara Mendes disse...

Vais ver que alguem vai acabar por ir contigo :)


Eu sei qe nao me conheces de lado nenhum ;p mas interessei-me pelo teu blog ..

FN. disse...

Obrigado :D Parabéns a ti também, andaste o ano todo numa "roda viva", lol.

Temos que falar por causa das fériazinhas :D.

Beijinhos.

João disse...

Vim ter ao teu blog por acaso, ao pesquisar o concerto dos Muse, e achei piada à tua conversa sobre o arranjar companhia para os concertos :P (acontece-me o mesmo xD ) Já vou a esse grande concerto dia 29 de Novembro, e como me identifiquei com o teu texto :D .. se precisares de companhia junta-te à vontade!