terça-feira, 16 de junho de 2009

Hoje, estava a passar pela Loja do Gato Preto com a minha mãe, e passamos por uns pratos que estavam lá. Os pratos eram verdes e tinham umas margaridas e diziam "Bem-me-quer; mal-me-quer"...
A minha mãe começou a rir-se e eu perguntei o que é que era...

E ela lá me disse...
Quando eu era pequena, adorava arrancar sempre as petalas e começar a dizer bem-me quer; bem-me quer; bem-me quer; bem-me quer (...) e nunca dizia o mal-que-quer... nisto ela dizia que não era assim que fazia e, nisto eu respondia "Eu sei... faço assim porque quero... porque é que eu havia de querer que o mal me quisesse?"

Sempre que ela me conta estas coisas, fico triste por não me lembrar delas. Aconteceram muitas coisas deste tipo e, foi mais nesse objectivo que criei o blog para as puder registar. As vezes, recordo-me delas mas depois esqueço-me das escrever.

3 comentários:

FN. disse...

Epá gosto boe da imagem. Eu pelo contrário agora mudei o objectivo do blog para expressão opiniões porque as coias más não alegram nem fazem pensar ninguém :S

Beijinhos :)

hayleysgoodbye disse...

digo-te a mesma coisa que te disse no msn:

"aww catarinazinha *-*"

Carla Reis disse...

Também não me lembro de muitas coisas assim do género, mas saber que as vivi já me deixa feliz :)